Papa declara jesuíta francês Pedro Fabro como santo

Papa declara jesuíta francês Pedro Fabro como santo

 

Lusa/AO online   Internacional   18 de Dez de 2013, 09:35

O papa Francisco declarou esta quarta-feira o jesuíta francês Pedro Fabro (1506-1546) como santo, anunciou o Vaticano.

Durante uma audiência com o prefeito da Congregação para a Causa dos Santos, cardeal Angelo Amato, o papa declarou Pedro Fabro como santo, sem que seja necessária uma cerimónia de canonização.

Pedro Fabro, que era amigo do fundador da Companhia de Jesus, Inácio de Loyola, é um dos modelos do papa Francisco, também ele jesuíta.

Fabro percorreu as estradas da Europa, antes do Concílio de Trento, ao encontro de pessoas de todas as condições, incluindo adversários, resistiu ao aumento da intolerância religiosa e tentou o diálogo religioso com os protestantes.

Antes de ser declarado santo, Pedro Fabro foi beatificado pelo papa Pio IX (1846-1878), em 1872.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.