“Ordem dos Santos Maurício e Lázaro em Portugal e Brasil” lançado esta sexta-feira no Centro Natália Correia

“Ordem dos Santos Maurício e Lázaro em Portugal e Brasil” lançado esta sexta-feira no Centro Natália Correia

 

Susete Rodrigues/AO Online   Cultura e Social   11 de Fev de 2019, 18:15

O livro “Ordem dos Santos Maurício e Lázaro em Portugal e Brasil”, da autoria de Paulo Falcão Tavares, é lançado sexta-feira, dia 15 de fevereiro, pelas 18h30, no Centro Natália Correia, na Fajã de Baixo.

O livro, que será apresentado pelo historiador José de Almeida Mello, descreve a Real e Sacra Ordem Equestre, Religiosa e Militar Hierosolimita dos Santos Maurício e Lázaro, em Portugal e no Brasil (Casa Real de Saboia).

De acordo com nota de imprensa, a primeira parte do livro apresenta uma cronologia sobre os acontecimentos mundiais sobre a Ordem, seguida por uma breve resenha histórica da mesma, desde a sua fundação, no século XI, até hoje. São ainda publicados os atuais e reformados Estatutos da Ordem, as normas heráldicas para uso das condecorações dos membros, uma lista de Grão-mestres da Ordem e uma lista de alguns Santos, Beatos e Veneráveis da Casa de Saboia.

Já a segunda parte elenca os mais de 600 membros da antiquíssima Ordem (capelães, damas e cavaleiros), com suas biografias e fotografias. Todos de nacionalidades tão diferentes, como portugueses, brasileiros, italianos, espanhóis, franceses, ingleses, chilenos e argentinos, além de oriundos da Índia, de África e da China portuguesa.

Trata-se da primeira obra a documentar historicamente a influência desta Ordem dos Santos Maurício e Lázaro fora de Itália. De 1500 à presente data, constam episódios interessantes e outros inéditos. Muitos currículos de militares, civis e religiosos ficam mais completos, uma vez que muitos deles são omissos quanto a esta condecoração italiana.

Paulo Falcão Tavares nasceu em 1963 em Abrantes e é licenciado em História, pela Universidade Autónoma de Lisboa. É mestre em Gestão e Valorização do Património Histórico e Cultural (Universidade de Évora) e doutorando em História.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.