II Divisão Série C

Operário derrotado termina jogo reduzido a oito jogadores em Esmoriz

Operário derrotado termina jogo reduzido a oito jogadores em Esmoriz

 

Arthur Melo   Futebol   25 de Out de 2009, 17:22

O Operário foi derrotado em Esmoriz, pela equipa local, por 3-1, em partida da quinta jornada em que a equipa fabril terminou o encontro reduzida a oito elementos

O Operário somou a segunda derrota em uma semana, desta feita para a quinta jornada da II Divisão Série C de futebol.

Para além do desaire, a equipa de Francisco Agatão finalizou o encontro reduzida a oito jogadores, por expulsões de Bruno Melo, Ruizinho e Paulo Letras.

Esta foi a segunda derrota consecutiva no espaço de oito dias, depois de na última semana o Operário ter sido goleado em Oeiras por 6-1 em partida da III eliminatória da Taça de Portugal.

No jogo em que os fabris procuravam rectificar aquele desaire, o Esmoriz adiantou-se no marcador bem cedo, por intermédio de Paulo Ferreira na transformação de uma grande penalidade que levantou grandes dúvidas às hostes lagoenses.

Contudo, a reacção da equipa fez notar com o tento da igualdade ainda no primeiro quarto de hora, golo apontado pelo avançado Zé Manuel.

O pior aconteceu em cima do intervalo quando Bruno Melo foi expulso por acumulação de amarelos, deixando a equipa em inferioridade numérica.

No reinício do jogo nova contrariedade. Ruizinho, que entrara ao intervalo, foi expulso com cartolina vermelha directa após uma falta a meio campo e, logo depois, Altino e Paulo Ferreira - que bisou na partida - sentenciaram a partida.

Mas, ainda antes do final, Paulo Letras também foi mais cedo para os balneários, deixando o Operário nos últimos minutos reduzida a oito atletas.

No final do encontro, os dirigentes fabris mostraram-se repugnados pela arbitragem que juiz de Braga António Ferreira que classificaram de "ardilosa" e penalizante, alegando gritante dualidade de critérios, sempre em benefício da equipa da casa.

Com esta derrota, a segunda para o campeonato, o Operário caiu para o oitavo lugar com sete pontos, encontrando-se a quatro de distância do líder, o Marinhense, que recebeu e venceu o Monsanto por 2-0.

Em Touriz, o Praiense também perdeu mas por uma bola a zero, tendo o golo do Tourizense sido apontado ainda na primeira parte.

A equipa da Praia da Vitória caiu para o sexto lugar, mantendo os oito pontos que tinha à partida para esta ronda.

A quinta jornada marcou, por outro lado, a estreia do Vitória a vencer no campeonato.

Em São Roque, no Pico, a equipa de Celestino Ribeiro recebeu e venceu o Sertanense por 3-1, com bis de Ricardo Costa e Helder Ramos. Os continentais, orientados pelo conhecido Joaquim Mendes, reduziram por intermédio de Adérito.

O Vitória subiu ao 14º e antepenúltimo lugar, agora com quatro pontos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.