Religião

Ofertório das missas vai ajudar a tapar "buraco financeiro" na diocese

Ofertório das missas vai ajudar a tapar "buraco financeiro" na diocese

 

Lusa/AO online   Regional   20 de Out de 2011, 15:59

O ofertório das eucaristias que se celebrarem nos Açores a 12 e 13 de Novembro destina-se aos Serviços Centrais da Diocese, que se encontra num "buraco financeiro”, afirmou o bispo de Angra, António Sousa Braga.
A diocese “entrou em colapso financeiro, fruto de uma má administração, e nós estamos, já há vários anos, numa caminhada de contenção de despesas para sanear esse buraco financeiro”, frisou o bispo açoriano.

Para o bispo, "a primeira resposta [à crise] deve vir das comunidades, da proximidade e vizinhança", considerando que "a ajuda que se tem por tentação reivindicar junto da Ouvidoria, da Cáritas, da Diocese ou do Governo está errada, porque a ajuda deve começar primeiramente nas paróquias, junto dos que não têm nada".

António Sousa Braga, que falava em Angra do Heroísmo (Terceira), salientou que a Igreja pretende "ajudar as pessoas a ultrapassar a ideia de que em tudo deve intervir o Estado".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.