Novas rotas do parque temático em 2008

Novas rotas do parque temático em 2008

 

Luísa Couto   Regional   3 de Dez de 2007, 11:09

O Parque Temático, com as rotas do chá, do milho e dos moinhos, será um pólo dinamizador de desenvolvimento daquela zona do concelho nortenho.

A instalação dos trilhos das rotas do chá, do milho e dos moinhos é apontada pela Santa Casa da Misericórdia do Divino Espírito Santo da Maia, responsável pela gestão do Parque Temático, como uma das grandes metas do plano de actividades para o próximo ano, no âmbito de um projecto para promoção turística e dinamização cultural e económica das comunidades da zona mais oriental do concelho da Ribeira Grande.
Nesse sentido, estão a ser delineadas estratégias com vista a reunir todos os elementos necessários à constituição das referidas rotas, por forma a, de um modo genuíno, dar a conhecer aos visitantes o percurso dos mais emblemáticos produtos agrícolas daquela zona, como é o caso do tabaco, chá, milho, linho e moinhos.
Até à data, são as rotas do tabaco e do linho as que se apresentam numa fase de desenvolvimento mais avançada.
O percurso sobre a cultura do tabaco inicia-se no Museu do Tabaco, situado na Fábrica, e prossegue pelas paisagens e espaços de cultivo.
O percurso do linho também começa num dos pavilhões da Fábrica do Tabaco, numa oficina de Artes e Ofícios, onde se pode testemunhar os processos de cultivo do linho, e prossegue na Lombinha da Maia, com uma visita ao atelier de Linho, de Lurdes Lindo, terminando na Lomba da Maia, no atelier Nova Esperança. 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.