Cuba

"Nova Era" entre Havana e a União Europeia

 "Nova Era" entre Havana e a União Europeia

 

Lusa/AOonline   Internacional   17 de Out de 2008, 16:25

O ministro cubano dos Negócios Estrangeiros, Felipe Pérez Roque, qualificou quinta-feira como “muito positiva” a primeira reunião de nível ministerial desde 2003 entre Cuba e a União Europeia, que se realizou em Paris, considerando que uma “nova era” se abriu.
“Uma nova era se abriu o que apenas o levantamento definitivo das sanções da UE contra Cuba tornou possível”, afirmou o chefe da diplomacia cubana após uma reunião com a troika europeia representada pelos ministros dos Negócios Estrangeiros francês e checo, Bernard Kouchner e Karel Schwarzenberg, assim como pelo Comissário Europeu para o Desenvolvimento Louis Michel.

    “Este encontro seguiu-se à decisão dos Europeus, tomada em Junho, sob pressão da Espanha, de levantar as suas sanções contra o regime castrista, suspensas desde 2005.

    Para além dos direitos humanos na UE e em Cuba, e da necessidade de reformar as instituições internacionais, os participantes debateram quinta-feira a crise financeira internacional, indicou Felipe Pérez Roque.

    “Esta é a crise do sistema de produção e de consumo, um sistema irracional e insustentável imposto pelo capitaliso no Mundo”, sublinhou.

    A presidência francesa anunciou entretanto que “as duas delegações entenderam prosseguir o processo de diálogo” e que os participantes “estão de acordo quanto à retoma da cooperação europeia com os Estados membros”.

    Depois do seu encontro com representantes da UE e de uma reunião com o líder francês de extrema-esquerda, Olivier Besancenot, o ministro cubano deve participar numa reunião com a presidente da Fundação France-libertés, Danielle Mitterrand, viúva do antigo presidente da República francês, François Mitterrand.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.