Política

Nada impede extensão da fibra óptica às Flores e Corvo

Nada impede extensão da fibra óptica às Flores e Corvo

 

Lusa/AO online   Regional   25 de Out de 2011, 17:24

O Governo dos Açores assegurou que, depois do visto do Tribunal de Contas, “não há nenhum constrangimento” que impeça o arranque das obras de extensão do cabo de fibra óptica às ilhas das Flores e do Corvo.
“Não há mais nenhum constrangimento burocrático ou financeiro para que a obra não se inicie a curto prazo”, afirmou o secretário regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos, José Contente, acrescentando esperar que os trabalhos estejam “em execução no início do próximo ano”.

José Contente, que falava aos jornalistas em Ponta Delgada depois de ter sido conhecido o visto do Tribunal de Contas, frisou que “estão reunidas as condições para que se inicie a instalação do cabo de fibra ótica e para que se concretize o projecto das Redes de Nova Geração”, que vai abranger 12 dos 19 concelhos dos Açores.

Os contratos relativos a estes dois investimentos, num montante global de 20 milhões de euros, foram assinados a 18 de Março numa cerimónia realizada na ilha das Flores.

Para o executivo açoriano, a ligação da fibra ótica às Flores e ao Corvo, as duas únicas ilhas do arquipélago que ainda não estão ligadas a este cabo, é “fundamental para a garantia da coesão territorial e do acesso de todos os açorianos em condições de igualdade à sociedade da informação e do conhecimento”.

Por outro lado, o projecto das Redes de Nova Geração permitirá “dar um novo impulso de desenvolvimento à economia regional através das potencialidades criadas com as ligações de alta velocidade”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.