Gripe A

Morte de jovem em investigação


 

Lusa / AO online   Nacional   30 de Nov de 2009, 17:38

O director-geral da Saúde, Francisco George, disse esta segunda-feira à Lusa que estão a ser feitos todos os exames necessários para determinar a causa da "morte fulminante" do jovem de 14 anos, que faleceu esta segunda-feira de manhã em casa.
O Hospital Dona Estefânia, em Lisboa, emitiu uma nota dando conta de que o rapaz fora observado no domingo pelo serviço de urgência com "queixas compatíveis com quadro gripal", mas sem febre, nem dificuldade respiratória, nem outros critérios de gravidade clínica, pelo que foi enviado para casa com medicação de suporte.

Questionado sobre se o rapaz será autopsiado, Francisco George garantiu que "serão feitos todos os exames que devem ser feitos, incluindo a autópsia, para se perceber a natureza da morte".

"Não se sabe a causa da morte. Há muitas doenças que podem provocar um quadro destes, de evolução fulminante. Qual a infecção que provoca essa evolução, não sabemos, vamos investigar. Espero que o resultado seja conclusivo", sublinhou.

O director-geral da Saúde acrescentou ainda que o hospital cumpriu as orientações técnicas na sua actuação clínica.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.