Política

Moldávia falha nova tentativa de eleger Presidente da República


 

Lusa / AO online   Internacional   10 de Nov de 2009, 10:34

O Parlamento da Moldávia falhou esta terça-feira a eleição do Presidente da República, o que acontece pela terceira vez este ano, e será dissolvido se não escolher o chefe de Estado dentro de um mês.
Marian Lupu foi o único candidato apresentado ao cargo pela coligação liberal-democrática pró-europeia que governa o país, mas acabou derrotado devido à oposição dos deputados do Partido dos Comunistas da Moldávia.

Para ser eleito, Marian Lupu precisava de conseguir o apoio de 61 dos 101 deputados do Parlamento, mas a coligação democrática, constituída pelos partidos Liberal, Liberal-Democrático, Democrático e pela aliança Nossa Moldávia, conquistou, nas últimas eleições, 53 mandatos.

O Partido dos Comunistas da Moldávia, que possui 48 deputados na Câmara Legislativa, abandonou o escrutínio ainda antes do seu início, inviabilizando a eleição de Lupu.

"Não vamos participar nesta farsa política", afirmaram os deputados comunistas, sublinhando: "não vamos votar num traidor".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.