Estados Unidos

Mísseis nucleares viajaram sem controlo durante 36 horas


 

Lusa/AO online   Internacional   20 de Out de 2007, 09:57

O Pentágono reconheceu na sexta-feira "uma série de erros de procedimento" sem precedentes na manipulação de munições nucleares que levaram ao transporte acidental de seis mísseis de cruzeiro para os EUA sem controlo durante 36 horas.
     "Nunca tinha ocorrido nada de parecido", declarou o general Rochard Newton em conferência de imprensa de apresentação dos resultados do inquérito da Força Aérea norte-americana.

    O general atribuiu o transporte acidental, sobre os EUA, de mísseis com ogiva nuclear a bordo de um bombardeiro B-52, no dia 30 de Agosto, a "uma série de erros de procedimento" e a negligência nas duas bases aéreas envolvidas, em Minot (no Dakota do Norte, norte dos EUA) e Barksdale, na Luisiana (sul).

    Pelo menos quatro oficiais foram afastados das funções, informou Newton, anunciando que serão tomadas outras medidas disciplinares.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.