Ministra espanhola acredita que haverá condições em 2011 para reconhecer estado palestiniano


 

Lusa / AO online   Internacional   26 de Dez de 2010, 12:16

A ministra espanhola dos Assuntos Externos e da Cooperação, Trinidad Jimenez, acredita que em 2011 haverá condições necessárias para reconhecer o Estado palestiniano em pelo menos alguns países da União Europeia, senão em toda a UE.

Em entrevistas publicadas hoje nos diários ‘ABC’ e ‘Público’, Jimenez assegura que não é partidária de sancionar Israel, mas sim que se retomem as negociações para resolver o conflito.

Quanto à situação no Saara, a ministra realçou que desde o início o Governo espanhol tem estado ao lado das partes para as ajudar a encontrar uma solução no quadro das nações unidas, mas insistiu que “Espanha não é parte do conflito e não pode tomar qualquer decisão”.

A governante realçou que Espanha sempre foi solidária com o povo saaraui, assinalou a ministra, sublinhando que o país é o primeiro doador de Tindouf e que de cinco milhões passou a enviar 22 milhões.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.