Açoriano Oriental
Melhoria de rendimentos dos produtores de leite e manutenção das verbas do POSEI são prioridades para Vasco Cordeiro

O preço “baixo” do leite pago aos produtores nos Açores e a luta “acérrima” contra a redução de fundos europeus, estiveram em destaque nas visitas que Vasco Cordeiro realizou este domingo, de manhã, em São Miguel. O Presidente do PS/Açores esteve numa exploração agrícola nos Arrifes e visitou o Posto de Leite das Arribanas onde falou sobre o setor com alguns produtores.

Melhoria de rendimentos dos produtores de leite e manutenção das verbas do POSEI são prioridades para Vasco Cordeiro

Autor: AO Online

Vasco Cordeiro começou por salientar “a aposta concreta” que tem sido feita, nos últimos anos, em termos de melhorias nas explorações, ao nível dos caminhos, do abastecimento de água e de energia elétrica. Na legislatura que agora termina, “temos um crescimento de cerca de 80% do montante investido nesse tipo de infraestruturas, mas temos bem a consciência de que isso não é suficiente”, referiu.

Em declarações aos jornalistas, o líder socialista lembrou que “a produção média por exploração tem subido à volta dos 13%” e que o “volume de negócios da indústria também tem subido”, mas apesar dos vários indicadores positivos, assumiu que o PS não está satisfeito com o “facto do preço médio do leite pago ao produtor ter baixado cerca de 8%”.

Face a esta “preocupação muito concreta”, Vasco Cordeiro defende que é possível “criar condições para reforçar o rendimento, ou para ajudar a resolver a situação do preço médio do leite pago ao produtor”, seja através dos fundos comunitários e dos apoios que, desde logo, ao nível da União Europeia são disponibilizados, seja através da “promoção de produtos açorianos”.

Recordou, a título de exemplo, a campanha “de promoção dos produtos lácteos dos Açores”, desenvolvida no Canadá, pelo Centro do Leite e Lacticínios com a colaboração da Associação Agrícola de São Miguel, durante três anos. “Essa é uma das formas - e há um conjunto de outras formas -, incidindo nessa componente da valorização do produto, por forma a que o agricultor possa também ter leite melhor pago quando sai da exploração”.

Vasco Cordeiro garantiu, também, uma “defesa acérrima” e “intransigente” da manutenção de verbas do POSEI. “Nós estamos ainda embrenhados nesta luta, porque não é compreensível que um instrumento que tem o objetivo que tem o POSEI possa ser reduzido”, numa alusão à proposta de redução de cerca de 3,9% no POSEI, que a Comissão Europeia admitiu há já algum tempo.

Não deixando de recordar o compromisso que o anterior Comissário Europeu, Phil Hogan, “assumiu aqui na Região” de manter as verbas do POSEI, o líder socialista reiterou que o Partido Socialista está determinado a “encetar uma defesa clara do POSEI, das verbas comunitárias”, a lutar contra essa redução, “seja enquanto partido, seja ao nível dos órgãos de poder em está representado - o Governo Regional e o Governo da República de encetar uma defesa clara do POSEI, das verbas comunitárias”.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.