Açoriano Oriental
Medidas para prevenir coronavírus nos Açores

Direção Regional de Saúde divulgou medidas de proteção e já acionou os protocolos de articulação com as autoridades de saúde e Proteção Civil

article.title

Foto: EPA/DAVID CHANG
Autor: Rui Jorge Cabral
Segundo informa o Governo dos Açores através de nota do GACS, não existe até agora nenhum caso suspeito nos Açores e o primeiro caso suspeito de infeção pelo novo coronavírus em Portugal foi negativo. Tratava-se de um doente regressado da China e que esteve na cidade de Wuhan nos últimos dias.

Contudo, a Secretaria Regional da Saúde já decidiu por precaução tomar medidas e acionar os protocolos de articulação com as autoridades de saúde pública e com os parceiros do Sistema de Proteção Civil da Região.

Desta forma, a Direção Regional da Saúde está a acompanhar a situação, em articulação com a Direção-Geral da Saúde, tendo já divulgado orientações e procedimentos para apoio aos profissionais de saúde, hospitais e unidades de saúde de ilha.

Refira-se também que existem protocolos internacionais que previnem a exportação do vírus a partir da China, através da realização de rastreios antes de viagens de comboio, avião ou barco, considerados mais eficazes do que os rastreios à entrada noutro país ou território.

O coronavírus é uma família de vírus, sendo que o novo coronavírus (2019-nCoV) é transmitido entre animais e passou para os seres humanos, havendo já registos de transmissão pessoa a pessoa, mas ainda em circunstâncias não totalmente fundamentadas.

Os primeiros casos do novo coronavírus surgiram em meados de dezembro, na cidade chinesa de Wuhan, quando começaram a chegar aos hospitais pessoas com uma pneumonia viral. Ainda segundo refere o Governo dos Açores através do GACS, os sintomas destes coronavírus são mais intensos do que uma gripe e incluem febre, dor, mal-estar geral e dificuldades respiratórias, incluindo falta de ar.

As pessoas que apresentem sintomas e tenham regressado da China ou estado em contacto com um doente infetado, não devem dirigir-se aos serviços de urgência, sem antes contactarem a Linha Saúde Açores, através do número 808 24 60 24, um serviço que está acessível 24 horas por dia, sete dias por semana.

O Governo Regional aconselha ainda a todos os açorianos que pretendam viajar para a China nos próximos tempos o seguimento de todas as recomendações das autoridades de saúde.

Entre as recomendações, estão o evitar do contacto próximo com pessoas com sinais de sintomas de infeções respiratórias agudas, mas também o lavar frequentemente as mãos, especialmente após contacto direto com pessoas doentes.

Deve-se também evitar o contacto com animais e adotar medidas de etiqueta respiratória como tapar o nariz e a boca em caso de espirro ou tosse, usando sempre um lenço de papel ou o braço e nunca com as mãos, deitando posteriormente o lenço de papel no lixo.

É ainda aconselhável lavar as mãos em caso de assoar, espirrar ou tossir.
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.