Política

Maria de Belém Roseira considera improvável recandidatura de Carlos César

Maria de Belém Roseira considera improvável recandidatura de Carlos César

 

Carmo Rodeia   Regional   7 de Mai de 2010, 12:41

Maria de Belém Roseira considerou na quinta-feira à noite improvável a recandidatura de Carlos César à presidência do Governo Regional.
Maria de Belém Roseira falou no programa Edição da Noite da SIC Notícias da coincidência e dos "timings" em que surgem os episódios que sistematicamente envolvem o deputado do PS Ricardo Rodrigues apontado como potencial sucessor de Carlos César.

Esta afirmação surgiu a propósito de uma defesa de Ricardo Rodrigues na sequência do caso do furo de dois gravadores dos jornalistas da revista Sábado na passada sexta-feira.

A opinião da dirigente nacional é expressa justamente no momento em que Carlos César e o PS/Açores alimentam o tabu sobre uma eventual recandidatura à presidência do Governo Regional. Questão que o próprio congresso do PS não discutiu e remeteu para o primeiro semestre do próximo ano.

O estatuto político administrativo em vigor impede que o futuro presidente do Governo Regional possa cumprir mais de três mandatos. A dúvida permanece dado que esta norma só entrou em vigor depois das últimas eleições regionais, altura em que o estatuto foi publicado.

Acresce que no projecto do estatuto aprovado nos Açores existia uma norma transitória que revela o espírito do legislador e apontava para a impossibilidade de uma nova recandidatura. Facto assumido em tempos pelo próprio carlos César e que o PSD tenta desde então tenta recordar.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.