Mais de 50 mil opositores pró-europeus manifestam-se em Kiev

Mais de 50 mil opositores pró-europeus manifestam-se em Kiev

 

Lusa / AO online   Internacional   29 de Dez de 2013, 11:59

Várias dezenas de milhares de opositores pró-europeus estavam hoje de manhã reunidos no centro de Kiev, no início de uma grande manifestação para denunciar o ataque a uma jornalista, que revoltou a Ucrânia.

 

Cerca de 50.000 pessoas estavam às 10:00 TMG (mesma hora em Lisboa) presentes na Maidan, a praça da Independência no centro da cidade, no início da manifestação, e os manifestantes continuavam a chegar em massa, de acordo com um jornalista da AFP.

Trata-se do sexto domingo consecutivo em que ocorrem manifestações desde a decisão das autoridades ucranianas de se aproximarem da Rússia, em detrimento da União Europeia.

A agressão a Tetiana Chornovil, 34 anos, conhecida por investigar a corrupção do presidente Viktor Yanukovych e da sua equipa, reforçou a mobilização, que estava a vacilar devido à aproximação dos feriados.

A jornalista ucraniana considerou no sábado que o ataque de que foi vítima na quarta-feira “não terá sido cometido de forma aleatória”.

A agressão ocorreu no mesmo dia em que a jornalista fez várias fotos das propriedades do ministro do Interior, Vitaly Zakharchenko, e do procurador-geral, Viktor Pchonka, afirmou Tetiana Chornovil, que é igualmente ativista da 'Euromaidan' (Praça da Independência), onde se concentram as manifestações pró-União Europeia.

Entretanto, a polícia ucraniana anunciou que foram já detidos três suspeitos da agressão à jornalista.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.