Açoriano Oriental
Covid-19
Mais 205 portugueses foram hoje repatriados da Venezuela

Portugal realizou um novo voo de repatriamento a partir da Venezuela, tendo regressado mais 205 portugueses que tinham ficado retidos no país da América do Sul devido à pandemia do novo coronavírus.

Mais 205 portugueses foram hoje repatriados da Venezuela

Autor: Lusa/AO Online

Com este novo voo de repatriamento, segundo as autoridades lusas locais, ascende a 1.005 o número de portugueses que foram repatriados da Venezuela.

“Neste voo, o segundo realizado pela TAP, desde que em fevereiro foi impedida pelo Governo venezuelano de operar para a Venezuela, vão 296 pessoas, 205 portugueses e os restantes de outras 11 nacionalidades”, explicou o cônsul-geral de Portugal, Licínio Bingre do Amaral à agência Lusa.

O diplomata precisou ainda que entre os portugueses repatriados encontram-se “180 cidadãos oriundos da Madeira”.

Por outro lado, explicou que para a organização do voo foi necessário “contactar e obter as autorizações” das autoridades portuguesas e venezuelanas.

“Deram-nos [as autoridades] todo o apoio habitual e a TAP certificou que tinha mais um avião para vir fazer este voo”, disse.

O voo TP-9112 organizado pelo Consulado-geral de Portugal em Caracas em conjunto com agências de viagens locais, partiu do aeroporto internacional Simón Bolívar de Maiquetía, pelas 18:07 horas (22:07 horas em Lisboa).

O avião, um Airbus A220-941, deverá aterrar no Aeroporto da Portela em Lisboa, pelas 05:58 de quinta-feira.

Questionado sobre a programação de um novo voo de repatriamento de portugueses, o cônsul Licínio Bingre do Amaral explicou estar à espera de novidades das autoridades venezuelanas em relação à realização de voos comerciais internacionais.

“As autoridades venezuelanas já abriram voos para quatro países [Turquia, Irão, México e República Dominicana], que permitem ligações para a Europa. Estamos à espera que abram todo o espaço aéreo”, disse, manifestando o desejo de que a TAP opere regularmente para a Venezuela.

“Que a TAP venha cá [à Venezuela] e continue a assegurar os voos, como é também a vontade do Governo português”, disse.

Este foi o quarto voo de repatriamento organizado por Portugal, os dois primeiros foram realizados pela AirFly a 13 de junho e 30 de agosto. A 7 de outubro a TAP realizou o primeiro voo de repatriamento.

Nos voos anteriores, organizados por Portugal e a Espanha, segundo Licínio Bingre do Amaral, foram repatriados 800 portugueses

Na Venezuela estão confirmados 93.100 casos de pacientes com a covid-19. Estão ainda confirmadas 810 mortes associadas ao novo coronavírus e 87.941 pessoas recuperaram da doença.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.