Açoriano Oriental
Covid-19
Madeira já processou mais de 100 mil testes de rastreio

O laboratório do Serviço de Patologia Clínica do Serviço de Saúde da Madeira (SESARAM) já processou mais de cem mil testes à covid-19 na região desde 29 de fevereiro, informou o Governo Regional.

Madeira já processou mais de 100 mil testes de rastreio

Autor: Lusa/AO Online

“A equipa do Laboratório do Serviço de Patologia Clínica do Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira contabilizou, no dia 17 de setembro, o processamento de 100.896 amostras para teste de PCR à covid-19”, pode ler-se numa nota distribuída pelo gabinete do secretário regional da Saúde e Proteção Civil deste arquipélago.

O Governo indica ainda na mesma informação que a recolha das amostras foram efetuadas “em ambientes distintos”, entre os quais o Centro de Rastreio montado no Aeroporto Internacional da Madeira, que regista um total de 58.192 colheitas.

O executivo destacou também os testes realizados a elementos da comunidade escolar, aos profissionais e utentes dos lares, profissionais de saúde, bombeiros, ajudantes domiciliários, guardas prisionais e florestais, entre outros.

“Superada a fasquia dos 100 mil testes realizados na Região Autónoma da Madeira, a Secretaria Regional da Saúde e Proteção Civil agradece publicamente a todos os profissionais que diariamente trabalham no laboratório de Patologia Clínica”, menciona.

O executivo madeirense enfatiza que, “desde o dia 29 de fevereiro de 2020, o Laboratório do Serviço de Patologia Clínica do SESARAM realiza o processamento de testes PCR à covid-19 na Região Autónoma da Madeira, de forma célere e segura”.

De acordo com os últimos dados divulgados pelo Instituto da Administração de Saúde (IASaúde), a Madeira registava na quinta-feira 54 doentes ativos, um total cumulativo de 195 infetados e de 141 recuperados.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.