Lisboa fecha a subir em linha com congéneres europeias


 

Lusa / AO online   Economia   8 de Out de 2009, 17:37

O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI 20, fechou esta quinta-feira a subir 1,12 por cento para os 8.745,10 pontos, em linha com as restantes praças europeias, com 18 das 20 cotadas a ganharem valor durante a sessão.
Dos 20 títulos que compõem o índice de referência português, 18 encerraram o dia em alta e apenas a Sonaecom e a Portugal Telecom registaram perdas ligeiras, numa sessão em que mudaram de mãos mais de 54 milhões de papéis, num valor acima de 166,7 milhões de euros.

A Brisa liderou as valorizações, avançando 4,4 por cento para 7,1 euros, seguida pela Semapa e pela Mota Engil, que ganharam 3,2 por cento e 3,1 por cento, respectivamente.

O sector bancário esteve em bom plano, com os três bancos cotados no PSI 20 a ganharem valor: o BES subiu 1,8 por cento para 5,18 euros, o Banco BPI cresceu 1,6 por cento para 2,43 euros e o BCP somou 1,5 por cento para 1,03 euros.

Entre as energéticas, a Galp Energia avançou 1,4 por cento para 11,96 euros, a REN ganhou 0,9 por cento para 2,99 euros, a EDP progrediu 0,63 por cento para 3,2 euros e a EDP Renováveis valorizou 0,34 por cento para 7,49 euros.

Pela negativa, registo apenas para as quedas da Sonaecom e da Portugal Telecom, que recuaram 0,15 por cento para 2,04 euros e 0,65 por cento para 7,76 euros.

Lá fora, as principais bolsas europeias fecharam igualmente em alta, com os ganhos a variaram entre os 0,79 por cento de Madrid e os 1,34 por cento de Paris.

O arranque da época de apresentação dos resultados do terceiro trimestre, com a Alcoa a surpreender o mercado pela positiva, marcou a sessão, tal como a queda no número de novos pedidos de subsídio de desemprego nos EUA, indicadores que reforçaram o optimismo dos investidores e permitiram a quarta sessão consecutiva de ganhos nas praças europeias.

O Euronext 100 valorizou 1,48 por cento, para 664,67 pontos, e o DJ Stoxx 50 ganhou 1,08 por cento, para 2.451,04 pontos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.