Açoriano Oriental
Covid-19
Linha SNS 24 vai ser reforçada sexta-feira com 81 enfermeiros

A linha SNS 24 vai ser reforçada na sexta-feira com 81 enfermeiros para responder ao aumento de chamadas devido ao surto de Covid-19, anunciou a ministra da Saúde.


article.title

Foto: JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA
Autor: Lusa/AO Online

Questionada pelos deputados na Comissão de Saúde, onde está a ser ouvida numa audição regimental, sobre o que está a ser feito para reforçar a linha SNS 24 (808242424), Marta Temido afirmou que estão a ser delineadas “vários tipos de medidas”.

“Ainda esta sexta-feira, a [operadora] Altice reforçará o número de enfermeiros disponíveis para o atendimento [81]”, avançou a ministra.

Marta Temido adiantou que o contrato que os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) têm com a operadora Altice está neste momento “largamente ultrapassado”.

“O contrato tem um volume de chamadas que fazia parte da previsibilidade de resposta de uma linha deste tipo e aquilo que tem sido a procura associada ao Covid-19 fez de facto aumentar significativamente a necessidade de resposta”, sublinhou.

O deputado social-democrata Ricardo Baptista Leite defendeu que se “aumente drasticamente a capacidade de resposta” da linha e “eventualmente que se crie uma outra para informações genéricas sobre esta matéria”.

Em reposta, Marta Temido disse que na terça-feira o ministério discutiu com os SPMS, que iria ter uma reunião com a Altice, a possibilidade desse desdobramento de linha.

Contudo, sublinhou, “parece-nos que as pessoas já estão muito habituadas à Linha de Saúde 24 e, portanto, estar neste momento a criar aquilo que noutros países foi criado excecionalmente porque não dispunham deste apoio outra linha para este efeito não terá este efeito mais desejável”.

Por outro lado, o Governo está também a apelar a quem precisa da Linha de Saúde 24, apenas para informações que não são de saúde, que as coloque por ‘e-mail’.

“Não é uma abstenção de utilização e o encaminhamento para o ‘e-mail’”, ressalvou.

A ministra avançou ainda que vai haver uma reunião com as ordens profissionais na sexta-feira, adiantando que já conversou com o bastonário da Ordem dos Psicólogos no sentido de equacionar o apoio de psicólogos à Linha de Saúde 24.

“Isto porque há um conjunto de informações que se prendem com o apoio psicológico” e será importante ter esta “área de apoio que não estava considerada na origem”.

Por último, está a ser equacionada a abertura de um ‘call center’ num outro ponto do país.

A diretora-geral de Saúde admitiu na terça-feira no parlamento que a linha Saúde24 atingiu “picos nunca esperados” de procura, mas adiantou que a capacidade de atendimento de chamadas em simultâneo mais do que duplicou nas últimas 24 horas.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.