Khadafi está escondido no deserto, na fronteira com o Níger e a Argélia


 

Lusa/AO Online   Internacional   11 de Out de 2011, 08:27

Um responsável do conselho governamental líbio disse acreditar que Khadafi está escondido no deserto, na fronteira com o Níger e a Argélia, mas negou alegações de que a minoria Tuaregue esteja a proteger o líder em fuga.

Moussa al-Kouni, representante tuaregue no organismo de liderança do país (Conselho Nacional de Transição), afirmou na segunda-feira que Muammar Khadafi enviou o seu filho Khamis para aquela zona para aí estabelecer uma estação de rádio e iniciar os preparativos para uma possível rota de fuga dois meses antes da queda de Tripoli.

Apesar de não apresentar provas, Al-Kouni baseou as suas declarações no facto de Khadafi ter usado a área antes, argumentando que o terreno acidentado e a "porosidade" das fronteiras dificultam a sua detenção.

O responsável acrescentou ainda que o antigo líder líbio cultivou laços estreitos com o governo do Níger e que poderia estar constantemente a atravessar a fronteira.

"Tanto quanto sei, Khadafi está nessa região... na fronteira com o Níger", disse aos jornalistas em Tripoli, acrescentando que este poderia conseguir uma passsagem segura para o Mali, onde alegadamente tem uma casa em Timbuktu.

O Níger colocou um dos filhos de Khadafi - al-Saadi - em prisão domiciliária.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.