Cinema Estoril

Juliette Binoche em "repouso" e "sem projectos à vista"

Juliette Binoche em "repouso" e "sem projectos à vista"

 

Lusa/AO Online   Nacional   7 de Nov de 2009, 08:25

A actriz francesa Juliette Binoche encontra-se em Portugal, numa altura de "repouso", e sem "projectos à vista", afirmou numa entrevista à agência Lusa.

Distinguida com um César e um Óscar, Binoche é a convidada especial do Estoril Film Festival, que decorre até dia 14, e que em sua homenagem exibe 14 filmes, um deles um documentário sobre a actriz, além da uma exposição de pintura de sua autoria.

"Estou a ler e-mails, as cartas, a abrir pacotes, a ver os papéis, e a aproveitar para estar com os meus filhos", disse.

A actriz, que afirmou ser "uma luta" conciliar a vida de mãe com a de artista, recusa-se a ter uma "vida quotidiana como os burocratas".

Não faz nada "de forma regular", assegurou.

"Deito-me às cinco da manhã e trabalho até às cinco da tarde, tenho um tempo muito diferente dos burocratas, mas é difícil para quem tem crianças e as tem de levar à escola", disse.

"A vida de artista é contrária a este tipo de vida quotidiana, mas há que procurar um equilíbrio entre a vida artística e a de mãe", rematou.

"Tenho muitas coisas na minha vida e não posso ser regular, só o sou com as crianças e é uma luta conseguir isso", disse.

Portugal, para a actriz, "não é um país distante para lá de Espanha", mas diz não conhecer "muito bem" a cinematografia nacional.

Já sobre o país disse saber mais, até "pela forte emigração que há em França".

A sua assistente, há 15 anos, é portuguesa, e por conhece Portugal e alguns aspectos da sua cultura.

"Já estive em casa dos pais dela [da assistente], que é próximo do Porto, e tenho pratos pintados portugueses em casa", disse, entre risos.

Esta foi a pergunta que todos os jornalistas lhe fizeram, segundo disse, o que a fez estranhar uma pouco.

"Sei da importância de Portugal, até pelas descobertas que fez, nomeadamente do Brasil", disse.

Esta é a terceira vez que vem a Portugal, desta vez para abrir o III Estoril Film Festival, devendo partir hoje, segundo revelou.

Juliete Binoche, 45 anos, estreou-se no cinema aos 18 anos e recebeu já o Prémio Melhor Actriz do Festival de Cinema Europeu em 1992 pelo seu papel de pintora em "Les amants du Pont-Neuf", um César aos 24 anos por "Trois Couleurs - Bleu" e um Óscar para a Melhor Actriz Secundária, em 1996, pela enfermeira Hanna em "O paciente inglês".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.