Açoriano Oriental
Jovens magoam-se por "grande sofrimento" e não para chamar à atenção
Os jovens autolesam-se porque estão em "grande sofrimento" e não para chamar à atenção da família, amigos ou professores, disse o professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa Diogo Guerreiro.
article.title

Foto: Glenda Otero
Autor: Lusa/AO online

 

“Os miúdos que se autolesam têm, na sua grande maioria, problemas psiquiátricos, estão em grande sofrimento e sentem que ninguém os pode ajudar, por isso, quase nunca pedem ajuda clínica”, afirmou.

Segundo Diogo Guerreiro, os jovens “castigam o corpo para aliviar a alma”, comportamentos que se agravam com a idade adulta, assim como a possibilidade de cometer suicídio.“É preciso falar e dar mais importância a este assunto, tal como acabar com o estigma social da saúde mental”, afirmou.

Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.