Novas tecnologias

Jovens gastam mais tempo on-line do que a ver televisão


 

Lusa / AO online   Internacional   13 de Nov de 2007, 17:36

Seis em cada 10 europeus acedem à Internet com regularidade e os jovens preferem navegar na web do que ver televisão, segundo um estudo divulgado.
O estudo da Associação Europeia de Publicidade Interactiva indica que 82 por cento dos jovens, na faixa etária dos 16 aos 24 anos, prefere navegar na Internet, entre cinco a sete dias por semana, enquanto 77 por cento gosta de ver televisão com regularidade, o que representa uma quebra de cinco por cento em relação a 2006.

Neste estudo fica também claro que mais de 80 por cento dos inquiridos afirmaram “não poder viver” sem pelos menos uma actividade na Internet.

Desde o ano passado registou-se um aumento de 12 por cento no acesso de utilizadores europeus com 55 anos ou mais e um aumento de cinco por cento de cibernautas do sexo feminino.

O estudo indica ainda que 42 por cento dos utilizadores comunicam através de redes sociais pelo menos uma vez por mês.

O número de pessoas que vêm televisão, filme ou vídeo on-line, pelo menos uma vez por mês, subiu 150 por cento desde 2006.

O estudo foi realizado através de entrevistas telefónicas em Setembro a 7.008 pessoas na Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Finlândia, Grã-Bretanha, Holanda, Itália, Noruega e Suécia.

O mesmo estudo indica que nas 10 nações, 169 milhões de pessoas estão “frequentemente” on-line.

Durante a semana, gastam 11,9 horas on-line e um terço deles, ou seja 48 milhões de pessoas, é identificado como utilizador muito frequente por despender de 16 horas semanais ou mais na Internet.

Do universo inquirido, 87 por cento dos utilizadores procuravam informação, seguindo-se 81 por cento das pessoas a dedicar o tempo a consultar o e-mail.

Nas redes sociais encontram-se 42 por cento dos utilizadores, enquanto 37 por cento se dedica às mensagens instantâneas.

A fazer downloads de música e a ouvir rádio estão 31 por cento dos inquiridos, enquanto a ver televisão, filmes ou vídeos on-line estão 30 por cento.

Entre 27 e 20 por cento dos inquiridos estão a ler críticas on-line, a participar em fóruns ou a fazer o download de filmes e vídeos.

A banda larga é a mais utilizada na Europa, com 80 por cento dos internautas a navegar a alta velocidade.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.