Jardim Gonçalves renuncia a todos os cargos no BCP


 

Lusa / AO online   Economia   4 de Dez de 2007, 14:46

O fundador e antigo presidente executivo do BCP, Jorge Jardim Gonçalves, apresentou esta terça-feira no Conselho Geral e de Supervisão (CGS) a sua renúncia a todos os cargos no banco.
Jardim Gonçalves, tal como a agência Lusa noticiou segunda-feira, renuncia a todos cargos que ocupa actualmente no banco, ou seja, as presidência do CGS, do Conselho Superior e de comissões, dentro de órgãos sociais, que integrava.

"Anunciou a sua renúncia a todos os mandatos, no final do ano, coincidindo com o final do actual exercício fiscal do banco", disse a agência Lusa ligada ao fundador do banco.

O CGS reuniu-se esta manhã, reunião que antecedeu uma reunião do Conselho Superior do banco, órgão onde estão representados os accionistas de referência, que decorre também esta terça-feira.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.