Crise financeira

Islândia assume controlo do segundo maior banco do país


 

Lusa/AOonline   Economia   7 de Out de 2008, 12:29

O Estado islandês tomou esta terça-feira o controlo do segundo banco do país, o Landsbanki, e vai receber um empréstimo de 4 mil milhões de euros da Rússia para ajudar o sistema financeiro do país.
"Baseando-se na nova legislação, a autoridade de supervisão financeira islandesa procede a tomada de controlo da Landsbanki com o objectivo de assegurar a continuidade das operações comerciais na Islândia", indica num comunicado o organismo de supervisão

    A decisão intervém um dia após o anúncio pelo governo islandês da implementação de um pacote legislativo dando a possibilidade ao Estado de dirigir todo o sistema bancário do país nórdico.

    A lei foi votada segunda-feira à noite após uma intervenção do primeiro-ministro, Geir Haarde, na televisão.

    O banco central islandês anunciou esta terça-feira, num comunicado, que a Rússia ia conceder-lhe um empréstimos de 4 mil milhões de euros, para ajudar o sector financeiro do país.

    "A maturidade do empréstimo é de três a quatro anos(...). O primeiro-ministro (russo Vladimir) Poutine confirmou esta decisão", segundo o texto.

    "Este empréstimo vai dinamizar consideravelmente as reservas de câmbios do banco central e sustentar a estabilidade da taxa de câmbio da coroa (islandesa), acrescenta o banco.

    A economia islandesa é largamente baseada no seu sistema financeiro, que representa oito a nove vezes o seu PIB (Produto Interno Bruto).

    A semana passada, o Estado anunciara a compra de 75 por cento do terceiro banco islandês, por 600 milhões de euros.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.