INEM prevê renovar até 2021 frota de ambulâncias em Postos de Emergência Médica

INEM prevê renovar até 2021 frota de ambulâncias em Postos de Emergência Médica

 

Lusa/Ao online   Nacional   26 de Ago de 2018, 10:42

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) prevê renovar até 2021 a frota de ambulâncias em Postos de Emergência Médica (PEM), ao ritmo de 75 veículos por ano, anunciou este domingo aquela entidade.

“O plano do INEM para a renovação desta frota de Ambulâncias prevê que se proceda à substituição de 75 viaturas em cada ano entre 2018 e 2021, altura em que a frota de ambulâncias se encontrará totalmente renovada”, refere o INEM num comunicado hoje divulgado, recordando que, no ano passado, “procedeu já à renovação de 41 Ambulâncias de Socorro sediadas em PEM”.

Os PEM funcionam em corporações de bombeiros ou delegações da Cruz Vermelha Portuguesa que têm protocolo com o INEM, “para dar resposta a emergências médicas pré-hospitalares”. Para isso, os PEM “dispõem de uma ambulância de socorro do Instituto, disponível 24 horas por dia para atender aos pedidos de ajuda de quem liga o 112”.

O INEM assina na segunda-feira 75 protocolos com corporações de bombeiros de todo o país para a aquisição de 75 ambulâncias, num “investimento de “3,7 milhões de euros, destinados a subsidiar integralmente a compra”, com o objetivo “de melhorar a capacidade de resposta do Sistema Integrado de Emergência Médica”.

A assinatura destes protocolos “marca também uma nova forma de aquisição das ambulâncias: ao invés de ser o Instituto a comprá-la, é adquirida diretamente pela corporação de bombeiros”.

“O INEM pagará uma verba de 50 mil euros para a aquisição, manutenção e seguro da ambulância. E, a partir do primeiro ano de vida, irá igualmente subsidiar a corporação de bombeiros nas despesas com manutenção, reparações e seguro”, lê-se no comunicado hoje divulgado.

Atualmente, o INEM tem 326 ambulâncias a funcionar em PEM, “apresentando parte da frota necessidade de renovação”.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.