Açoriano Oriental
IAC Açores lança campanha “Quem ama, protege”

Eu não preciso de abraços e não de palmadas”, “Eu preciso de ser valorizado(a) e não ignorado(a)”, “Eu preciso de me sentir seguro(a) e não perdido(a)”, “Eu preciso de ser respeitado(a) e não abusado(a)”.

IAC Açores lança campanha “Quem ama, protege”

Autor: Nuno Martins Neves

Estas são as mensagens veiculadas nos quatro cartazes que o Instituto de Apoio à Criança (IAC ) dos Açores divulgou este mês, para chamar a atenção para os quatro tipos de maus-tratos mais sinalizados na região, “em relação aos quais é possível impactar a comunidade de modo a que se mudem comportamentos”.

Os cartazes fazem parte da campanha “Quem ama, protege” que a IACAçores lançou ao longo do mês de abril, Mês Internacional da Prevenção dos Maus-tratos na Infância, “com a finalidade de sensibilizar os indivíduos, em particular, e a comunidade, em geral, para a importância de todas as crianças e jovens crescerem em ambientes seguros, protetores e afetuosos, livres de maus-tratos”, lê-se no comunicado de imprensa.

Criada há 30 anos, a IAC Açores tem vindo a promover ações que visam a prevenção da violência contra as crianças, no contexto das relações familiares, escolares e sociais, envolvendo e sensibilizando pais, vários agentes educativos e a comunidade em geral, para os efeitos dos maus-tratos, ajudando-os a refletir sobre práticas educativas do dia-a-dia, de modo a potenciar e garantir o seu desenvolvimento psicossocial e prevenir eficazmente a violência contra crianças e adolescentes.

PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados