Defesa

Helicópteros "Puma" regressam às Lajes

Helicópteros "Puma" regressam às Lajes

 

Lusa/AO online   Regional   11 de Set de 2008, 16:16

Os helicópteros “Puma-SA 330” chegam esta quinta-feira à Base Aérea das Lajes, na ilha Terceira, onde deverão permanecer nos próximos dois anos para “missões de evacuação sanitária e transporte inter-ilhas”, anunciou fonte da Força Aérea Portuguesa.
O porta-voz da FAP, tenente-coronel António Seabra, adiantou à agência Lusa que “será reactivada a esquadra 752”, que tinha sido desactivada em 1993 e substituída pela esquadra “711 Albatrozes”, por sua vez desactivada, temporariamente, em 2007.

    Depois da sua desactivação, as aeronaves foram armazenadas nos hangares da Base Aérea de Beja, com o objectivo do seu reaproveitamento nacional para operações de protecção civil e/ou incêndios, ou ainda para uma eventual venda no estrangeiro.

    Os “Puma” foram substituídos pelos novos helicópteros “EH-101 Merlin”, que evidenciaram problemas de operacionalidade, um dos quais protagonizou um incidente na ilha de São Jorge.

    A 16 de Novembro do último ano, um helicóptero “EH101 Merlin”, que realizava uma evacuação de uma mulher grávida do aeródromo da ilha de São Jorge, “efectuou um movimento inesperado e brusco de subida e descida repentina que provocou cinco feridos”.

    Uma médica obstetra do hospital de Angra do Heroísmo e uma enfermeira do Centro de Saúde das Velas (São Jorge) foram duas das vítimas com fracturas de vértebras, além de dois bombeiros com ferimentos sem gravidade.

    A operacionalidade da frota dos EH-101 foi condicionada pela falta de um contrato de manutenção, que foi recentemente assinado entre a empresa fornecedora dos aparelhos (Agusta-Westland) e o Ministério da Defesa português.

    Segundo António Seabra, os “Puma” deverão permanecer nos Açores por um período estimado entre os 18 e os 24 meses, tempo em que deverão decorrer “as operações necessárias para responder à sustentação logística e operacional dos EH-101”.

    A Esquadra 752 deverá ser reactivada no próximo dia 24 e os helicópteros deverão começar a efectuar operações a partir de 01 de Outubro.

    Durante a sua permanência de mais de três décadas nos Açores, os “Puma” estacionados na Base das Lajes realizaram cerca de 26 mil horas de voo, em cerca de 3 mil missões operacionais salvaram mais de três centenas e meia de pessoas.

    Nas suas missões inter-ilhas nasceram nos “Puma” 16 crianças e foram transportados 2.300 doentes entre as diferentes ilhas do arquipélago.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.