Grupo José Maria Vieira quer crescer no mercado dos vinhos e dos cafés


 

Lusa / AO online   Regional   25 de Out de 2007, 12:08

O grupo José Maria Vieira (JMV), detentor da Sociedade dos Vinhos Borges e dos cafés Torrié, quer apostar no mercado dos Açores para crescer nos dois segmentos, disse esta quinta-feira à Lusa o director comercial da empresa.

Segundo Gil Frias, os Açores são um "mercado importante", em fase de desenvolvimento e apostado no "turismo de qualidade", mas pouco explorado em termos de distribuição.

O grupo espera este ano um crescimento em torno dos oito por cento neste mercado, que representa 10 por cento do volume de negócios global, a rondar os 50 milhões de euros anuais.

O grupo iniciou esta quinta-feira uma acção em Ponta Delgada, que incluirá uma acção de formação dirigida aos profissionais da restauração (hotéis, bares, enólogos, distribuidores, entre outros).

O objectivo da JMV é esclarecer, com base no seu porfólio de vinhos, algumas das dúvidas que possam surgir sobre três das principais regiões de vinhos portugueses (Douro, Dão e Vinhos Verdes).

No mercado dos cafés, a marca Torrié apresenta uma quota de 60 por cento no arquipélago dos Açores.

Fundada em 1884 e com um volume de negócios global de 30 milhões de euros, a Sociedade de Vinhos Borges exporta actualmente para cerca de 50 países dos cinco continentes.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.