UE/Agricultura

Grupo de peritos para analisar crise de leite vai reunir-se com produtores

Grupo de peritos para analisar crise de leite vai reunir-se com produtores

 

Lusa / AO online   Economia   14 de Out de 2009, 12:36

O grupo de alto nível criado há uma semana em Bruxelas para analisar a crise do sector do leite tem já definido um calendário mensal de trabalho, que inclui reuniões com as partes interessadas, nomeadamente produtores.
O primeiro encontro do grupo, criado e liderado pela Comissão Europeia e que integra peritos dos Estados-membros, reuniu-se na terça-feira pela primeira vez e definiu uma agenda de trabalhos, prevendo a realização de encontros mensais.

Na sua primeira reunião, o grupo de alto nível (HLG, na sigla inglesa) debateu uma série de questões sobre o sector.

A necessidade de haver contratos formais entre produtores e transformadores de leite, se devem ou não ser obrigatórios, como se pode garantir um tratamento igual aos produtores sem interferir na livre negociação e que papel devem ter as organizações de produtores neste processo são algumas das questões abordadas.

As próximas reunião do HLG estão marcadas para 10 de Novembro e 08 de Dezembro, devendo ainda incluir outras questões identificadas.

De qualquer modo, a partir de Novembro haverá ainda lugar a encontros com as partes interessadas, incluindo, entre outros, organizações de produtores, autoridades da concorrência nacionais, consumidores e distribuidores.

Na reunião de Janeiro serão ainda estudadas experiências de países terceiros.

Para Março de 2010 está planeada uma conferência sobre o sector do leite na União Europeia.

O grupo de peritos foi criado com o objectivo de propor medidas de médio e longo prazo para o sector do leite, tendo como pressuposto o fim das quotas de produção de leite, marcado para 2015.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.