Economia

Governo rejeita críticas sobre falta de verbas para candidaturas a fundos europeus no sector agrícola

Governo rejeita críticas sobre falta de verbas para candidaturas a fundos europeus no sector agrícola

 

Lusa/AO online   Regional   4 de Out de 2011, 15:21

O secretário regional da Agricultura dos Açores, Noé Rodrigues, considerou "absurda" a acusação feita pelo deputado regional do PSD/Açores António Ventura sobre a alegada falta de dinheiro para financiar as candidaturas que está a aceitar a fundos europeus.
"No mínimo, é absurdo dizer que o Governo Regional está a receber candidaturas para projectos financiados com verbas regionais e europeias sem ter enquadramento financeiro", afirmou Noé Rodrigues, em declarações aos jornalistas à margem da visita estatutária do executivo à ilha do Pico.

Para o secretário regional da Agricultura, "ainda maior absurdo é dizer que a aprovação dessas candidaturas depende de negociações com o Governo da República".

"Não é assim. Ou temos enquadramento financeiro ou não temos", frisou, recordando que recentemente o executivo açoriano suspendeu a recepção de candidaturas a um programa porque "os fundos se tinham esgotado".

Noé Rodrigues salientou a "abertura, franqueza e lealdade" que existe entre os executivos regional e nacional no sector da agricultura, salientando que "foi assim com os anteriores ministros e será assim com a actual".

Para o secretário regional da Agricultura, as declarações de António Ventura, proferidas na segunda-feira no final de uma reunião com a Associação de Jovens Agricultores Terceirenses, revelam o "nervosismo" do PSD perante a quantidade de candidaturas que têm sido apresentadas e o volume de investimento dos agricultores que elas envolvem, que representam o esforço que está a ser feito para modernizar o sector.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.