Governo dos Açores investe na acessibilidade ao Serviço Regional de Saúde

Governo dos Açores investe na acessibilidade ao Serviço Regional de Saúde

 

Lusa/AO Online   Regional   8 de Nov de 2018, 08:59

O secretário regional da Saúde dos Açores destacou o investimento na “acessibilidade dos açorianos ao Serviço Regional de Saúde”, previsto no orçamento regional para 2019, com o setor a beneficiar de um aumento de oito milhões de euros.

“O reforço das verbas também está relacionado com a aposta na acessibilidade dos açorianos ao Serviço Regional de Saúde, com a entrada em vigor do novo regulamento de deslocações, que imprime uma nova dinâmica, não só na deslocação de especialistas às ilhas sem hospital, mas também a deslocação de doentes às ilhas que têm os hospitais”, afirmou Rui Luís, à margem da audição na Assembleia Legislativa dos Açores sobre o Plano e Orçamento para 2019.

O aumento na ordem dos 30% para a Saúde inclui a construção do Centro de Saúde na ilha do Faial e a “segunda fase do corpo C do Hospital da Horta”, bem como a remodelação dos Centros de Saúde das Velas, na ilha de São Jorge, Santa Cruz das Flores e Lajes do Pico.

Também os Serviços de Urgências e de Consultas Externas do Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, serão alvo de intervenção, “que deve começar em 2019”, adiantou o governante.

Para a Proteção Civil foram alocados mais dois milhões de euros, representando um aumento de 33%, que serão investidos em obras no novo quartel dos bombeiros no Faial e na Povoação, na ilha de São Miguel.

Em termos de equipamentos, o secretário regional destaca um “investimento forte ao nível das ambulâncias que serão distribuídas quer ao longo deste ano, mas principalmente 2019”, mas também equipamentos de proteção individual para os bombeiros e equipamentos de busca e resgate em estruturas colapsadas.

O valor total previsto no Plano e Orçamento dos Açores para 2019 para a Secretaria Regional da Saúde é de cerca de 45 milhões de euros, dos quais 35,7 foram alocados para a área da Saúde e os restantes 9,3 milhões de euros destinam-se à Proteção Civil.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.