Governo dos Açores diz que a região é decisiva na estratégia nacional para o espaço

Governo dos Açores diz que a região é decisiva na estratégia nacional para o espaço

 

Lusa/AO Online   Regional   21 de Dez de 2018, 13:26

O secretário regional da Ciência e Tecnologia dos Açores disse que a região “é decisiva” na estratégia nacional para o espaço, na sequência do anúncio de que a agência espacial portuguesa terá sede na ilha de Santa Maria.

Segundo Gui Menezes, citado em nota de imprensa do Governo Regional, através da participação na Portugal Espaço, “os Açores poderão atrair empresas ligadas ao setor espacial que contribuam para a implementação de novas tecnologias e para o desenvolvimento de projetos neste domínio, contribuindo, assim, para a criação de emprego qualificado e para a prestação de serviços ligado às ciências e tecnologias do espaço”.

A agência espacial portuguesa deverá começar a funcionar até março, disse à Lusa o ministro da Ciência, Manuel Heitor.

A Portugal Space, como se designará a agência, irá promover "novas atividades e negócios" no setor espacial, em particular na observação da Terra com pequenos satélites, e "facilitar uma maior participação de Portugal nos programas europeus", da Agência Espacial Europeia (ESA) e da União Europeia, adiantou Manuel Heitor.

A ideia, segundo o ministro, é "dinamizar novas indústrias, novas empresas e criar emprego qualificado em Portugal" no lançamento e fabrico de pequenos foguetões e satélites.

A informação recolhida pelos microssatélites poderá ser aplicada na agricultura de precisão, na segurança marítima e no cadastro das cidades, exemplificou.

O secretário regional da Ciência e Tecnologia referiu, por seu turno, que, no âmbito de alguns projetos já em curso nos Açores e em “estreita colaboração” com a Agência Espacial Europeia (ESA), a Portugal Espaço deverá ainda garantir o suporte técnico e a necessária cooperação com vista à criação, avaliação e/ou aperfeiçoamento dos processos e serviços baseados em tecnologia aeroespacial.

Na ilha de Santa Maria será construído o já anunciado porto espacial para lançamento de microssatélites, uma iniciativa que partiu do Governo.

De acordo com o calendário fixado, é esperado que os primeiros lançamentos de pequenos satélites se iniciem na primavera ou no verão de 2021, depois de o contrato para a instalação e funcionamento da base ser assinado, em junho de 2019, com os consórcios 'vencedores'.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.