Governo dos Açores conta com os caçadores para continuar a garantir a sustentabilidade dos recursos cinegéticos

Governo dos Açores conta com os caçadores para continuar a garantir a sustentabilidade dos recursos cinegéticos

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   22 de Out de 2018, 10:01

O secretário regional da Agricultura e Florestas afirmou, em São Miguel, que Governo dos Açores tem trabalhado em "estreita colaboração” com os caçadores e as suas associações representativas para continuar a garantir a sustentabilidade dos recursos cinegéticos no arquipélago.



“Temos na Região caçadores responsáveis e com bom senso, com provas dadas ao longo dos tempos, sendo por isso importantes parceiros do Governo na implementação da estratégica cinegética regional”, salientou João Ponte, na abertura do I Fórum da Caça nos Açores, dedicado à sustentabilidade e aos desafios do setor.



Adianta nota do Gacs, que o governante apontou como exemplo o novo diploma sobre a gestão dos recursos cinegéticos e o exercício da caça nos Açores, um documento estratégico e orientador que teve em conta estudos científicos, preocupações ambientais, o respeito pelas diretivas comunitárias e os contributos das associações de caçadores e ambientalistas.



“Embora a caça acabe por ser, por vezes, geradora de críticas por parte dos defensores dos animais ou da natureza, a verdade é que esta atividade tem uma função insubstituível e reguladora ao nível da abundância das espécies cinegéticas, passíveis de poderem causar prejuízos na agricultura, na floresta e na flora endémica”, frisou o secretário regional.




Para João Ponte, o futuro da caça assenta num compromisso compartilhado de continuar a administrar os recursos cinegéticos para garantir às gerações futuras a sustentabilidade desta atividade secular e com tradição nos Açores.



O governante considerou que o I Fórum da Caça, evento que o Governo Regional pretende tornar anual e com realização noutras ilhas, é de extrema importância para refletir sobre a sustentabilidade e os desafios da caça nos Açores, algo que diz respeito a vários parceiros e não só ao Governo Regional.



Por outro lado, a caça pode efetivamente contribuir para a promoção da Região enquanto destino turístico de natureza, frisando o Secretário Regional que a "conjugação dos dois setores é possível e até complementar”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.