Governo diz que “é justo” contar com uma nova PAC ajustada à região

Governo diz que “é justo” contar com uma nova PAC ajustada à região

 

Lusa/AO online   Regional   21 de Out de 2019, 17:13

O titular da pasta da Agricultura do Governo dos Açores defendeu que é “justo” contar com um novo orçamento da Política Agrícola Comum (PAC) ajustado às necessidades regionais face ao “bom que tem sido feito” no setor.

“Penso que ficou claro o que de bom tem sido feito no setor agrícola açoriano, também ao nível do aproveitamento dos fundos comunitários, sendo, pois, justo e crucial que possamos continuar a contar com um próximo orçamento da PAC ajustado às necessidades do setor nos Açores", declarou João Ponte na carta de despedida que enviou ao Comissário Europeu da Agricultura, Phill Hogan, que vai assumir a pasta do Comércio no novo executivo comunitário.

Numa nota de imprensa, o secretário regional da Agricultura e Florestas reconheceu o “empenho que Phill Hogan colocou no desempenho do cargo, desde logo na construção e preparação da nova PAC para o período de programação 2021–2027, bem como o que fez pelo desenvolvimento da agricultura nos Açores".

Na sequência da visita de Phill Hogan aos Açores, em junho de 2018, João Ponte diz que este deixou no arquipélago a garantia de que o arquipélago, enquanto região ultraperiférica (RUP) não será alvo de quaisquer cortes no envelope financeiro do POSEI - Programa de Opções Específicas para o Afastamento e a Insularidade nas Regiões Ultraperiféricas para o período 2021–2027.

“Essa foi a prova evidente, se dúvidas houvessem, que o senhor comissário é sensível à importância das RUP no seio da Europa e consciente do contributo que damos para o fortalecimento e prosperidade da nossa União”, disse.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.