Governo cria grupo multidisciplinar para acompanhar acordos sobre funcionamento das IPSS


 

Lusa/AO Online   Regional   12 de Out de 2011, 07:44

 O Governo Regional dos Açores vai criar "um grupo de trabalho multidisciplinar" para acompanhar os acordos de cooperação relativos ao funcionamento das Instituições Particulares de Solidariedade Social e das Misericórdias no âmbito do novo modelo de comparticipação financeira.

“O objetivo deste grupo é acompanhar e aconselhar para uma convergência mais célere ao novo modelo de financiamento das IPSS de custo por utente”, afirmou hoje Paula Ramos, presidente do Instituto para o Desenvolvimento Social dos Açores, em declarações à Lusa.

Este foi o principal assunto em análise na reunião que decorre durante todo o dia em Angra do Heroísmo, na Terceira, entre a secretária regional do Trabalho e Solidariedade Social, Ana Paula Marques, e os responsáveis das Misericórdias e IPSS da região.

Paula Ramos salientou que este encontro permitirá "definir os procedimentos deste grupo", devendo também "ficar sinalizados alguns técnicos que o possam integrar".

Esta responsável acrescentou que a União das Instituições Particulares de Solidariedade Social "ainda vai contactar os seus associados para apurar técnicos que tenham condições de integrar o grupo".

"Temos um contrato para iniciar o novo modelo de financiamento em 14 instituições que foram referenciadas inicialmente como tendo valências com custo médio por utente muito elevado", frisou Paula Ramos, salientando que esta equipa multidisciplinar vai "acompanhar e aconselhar as instituições" com o objetivo de convergirem para o novo modelo de financiamento.

Esta equipa vai integrar, segundo Paula Ramos, técnicos das IPSS, das Misericórdias e do executivo regional.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.