Açoriano Oriental
“Gosto de Jogar à Bola”, o livro solidário que fala de Laura, uma menina na formação do Angrense

Tem 7 anos e é filha de Pedro Aguiar, atual capitão do Sport Club Angrense. Laura desenvolveu muito cedo o gosto pelo futebol. A par da dança, Laura é a única menina a jogar à bola no escalão de iniciação do clube da Rua de São João, o que inspirou a mãe Cláudia a escrever um livro infantil de incentivo à prática desportiva por todas as crianças.



Autor: Tatiana Ourique / AO Online

Adora princesas, Barbies, unicórnios e Harry Potter. Gosta de jogar à bola e de dançar. Vai para o municipal de Angra com a mãe torcer pelo pai, “Pedrinho”, praticamente desde que nasceu. Mas não se ficou pela condição de espectadora: “A Laura sempre acompanhou os jogos do Angrense, atendendo a que o pai é jogador de futebol, tornou o gosto pelo futebol, praticamente, inato - filha de peixe sabe nadar - e foi manifestando, ao longo do tempo, o desejo não só de assistir, como também de jogar. Daí nasce uma conversa à porta fechada com o pai, da qual resulta a inscrição na formação do clube”, disse a autora em entrevista ao Açoriano Oriental. 

Por enquanto Laura é a única menina do escalão e esse fator levou a mãe Cláudia a escrever um pequeno livro infantil intitulado “Gosto de Jogar à Bola”, “com o intuito de incentivar outras meninas a jogar futebol assim como incitar todas as crianças à prática desportiva”, refere a mãe de Laura.

“A mensagem fundamental é o incentivo à prática desportiva, valorizando um crescimento saudável. Pretendo abordar a igualdade de género e a inclusão no desporto, com o intuito de desmistificar a prática desportiva: as raparigas podem jogar futebol e os rapazes podem fazer ballet. O importante é fazerem o que lhes dá prazer, que os torna ativos e saudáveis. Retirar um pouco as tecnologias e convidar as crianças a correr, a dançar, a mexer. Sem esquecer uma alimentação equilibrada e bons resultados na escola. Também é importante o tempo da brincadeira, onde a criatividade reina”, acrescentou a autora de “Gosto de Jogar à Bola” que tem ilustração de Pedro Fagundes, um amigo da família que também se estreou na ilustração literária. “Abordei o Pedro Fagundes logo que surgiu a ideia do livro. A irmã dele é madrinha da Laura e eu sabia que ele desenhava. Então lancei-lhe este desafio que foi prontamente aceite. Acho que é bastante criativo e, como eu, sem experiência no mundo dos livros. Foi a combinação perfeita. O facto de ser pai de dois rapazes em idade escolar, também ajudou ao nosso entendimento”, refere Cláudia.

A obra seria lançada a 1 de dezembro, dia do 91º aniversário do Sport Club Angrense, e por estar associada ao projeto Angrense Solidário. “Esta data foi escolhida, pelo facto de o livro ter a vertente desportiva e de solidariedade, apoiando o Angrense Solidário. Com a presença de sócios, jogadores, dirigentes, simpatizantes e a comunicação social, teria certamente um impacto maior e estaríamos a dar enfoque também ao processo de certificação de ´Entidade Formadora da Federação Portuguesa de Futebol´. Trata-se de um processo exigente e com critérios rigorosos em que o SC Angrense se empenhou no sentido de obter a melhor certificação de Entidade Formadora, sendo atualmente reconhecido pela FPF com a classificação de 3 Estrelas. Ora, neste processo o livro também é considerado uma ferramenta a nível da ética no desporto”, adiantou a terceirense.

No entanto, as restrições impostas pela pandemia levaram ao cancelamento do evento público e consequentemente ao adiamento por tempo indeterminado do lançamento do livro sendo a apresentação presencial substituída por uma divulgação do livro através das redes sociais.  

O Angrense Solidário nasceu em 2014 e é um projeto de caráter social, com objetivo de desenvolver ações e eventos que possam ajudar instituições ou famílias.

Este ano, o  SC Angrense, através do projeto Angrense Solidário e com apoio do restaurante A Barrica, recolhe alimentos neste estabelecimento para oferecer Cabazes de Natal a quem mais precisa.

O projeto realiza, ainda, uma Campanha de Apoio à Infância em que irá oferecer roupa, calçado e/ou brinquedos às crianças da Casa de Acolhimento Sêasa.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados