Açoriano Oriental
Fundação Pauleta promove doação ao Banco Alimentar

A Fundação Pauleta promoveu uma doação de bens alimentares ao Banco Alimentar da ilha de São Miguel, pela segunda vez este ano

Fundação Pauleta promove doação ao Banco Alimentar

Autor: Mariana Lucas Furtado

São toneladas de alimentos angariados em conjunto com a Ageas, numa parceria. Por cada quilómetro feito numa bicicleta instalada na Fundação, a mesma doava um euro para a angariação de bens alimentares.

Somado esse valor, e contabilizados quase dois mil euros, a Ageas contribuiu com outros dois mil, que formam o pacote completo a ser entregue por duas vezes ao Banco Alimentar da ilha de São Miguel.

A primeira doação já tinha ocorrido em setembro, e segue agora a segunda, pelo Natal. Apesar disso, segundo Luísa César, este contributo deve servir já para os cabazes a distribuir em janeiro.

“Vão ser distribuídos à medida que vão sendo necessários”, avançou a responsável do Banco Alimentar, que nota um crescente número de pedidos individuais feitos diretamente à instituição.

“Ultimamente tenho notado um maior número de famílias que contactam com o Banco diretamente. São famílias que trabalham, e que não se querem expor ao contactar as instituições”, explica a responsável.

“É absolutamente necessário referir que a razão de as pessoas receberem este apoio não é por estarem desempregadas”, frisa. “São famílias onde há trabalho, muitas vezes vezes até o pai e a mãe trabalham, mas os rendimentos  não são suficientes”, esclarece. “Esperemos que seja uma fase passageira, tem a ver com o aumento dos encargos que têm”.

Nos cabazes distribuídos às famílias constam 16 alimentos, “que são, no fundo, os bens essenciais”. “Esta é a segunda entrega da Fundação este ano, que foi, e tem sido, ao longo dos anos,  muito sensível ao  dar-nos algum apoio”, refere a representante do Banco Alimentar.

“Acredito que é através da entrega de alimentos que podemos chegar mais longe”, referiu Pedro Pauleta na ocasião. “Procuramos também que os atletas percebam o que é ser solidário, e que há sempre alguém que precisa mais do que eles”.

“Louvamos iniciativas como estas e iremos certamente continuar. Foi também com este intuito que foi criada a Fundação”, disse o ex-jogador.

Além desta ação, a Fundação Pauleta vai também estar presente, esta quinta-feira, na Associação de Pais e Amigos das Crianças Deficientes do Arquipélago dos Açores, onde irá proceder a uma entrega de prendas aos utentes daquela instituição.

PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados