Fugas nos postos de combustível aumentaram 80% nos últimos 2 anos

Fugas nos postos de combustível aumentaram 80% nos últimos 2 anos

 

Lusa/AO online   Economia   26 de Set de 2013, 11:53

O número de clientes que abastece nos postos de combustível da BP e sai sem pagar aumentou 80% nos últimos dois anos, disse o novo presidente da empresa, Pedro Oliveira.

“Nos últimos dois anos, as fugas aumentaram 80% e não aumentaram mais porque colocamos uma grande parte dos postos em pré-pagamento”, afirmou o presidente da BP Portugal, durante um encontro com a imprensa.

De acordo com o responsável, “cerca de 90%” dos postos da BP nos grandes centros urbanos já dispõem do sistema de pré-pagamento.

No entanto, Pedro Oliveira afirma que, se a empresa pudesse, não teria qualquer posto em regime de pré-pagamento, porque “isso limita o consumo e cria uma relação de desconfiança com o cliente”.

Questionado sobre o perfil dos clientes que abastecem e saem sem pagar, o presidente da BP disse que “cada vez mais não há perfil”, sendo “transversal à sociedade portuguesa”.

Pedro Oliveira, que está na BP Portugal desde 1997, assumiu a 01 de julho as funções de presidente do Conselho de Administração.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.