França e Argélia firmam acordos sobre energia

França e Argélia firmam acordos sobre energia

 

Lusa / AO online   Internacional   4 de Dez de 2007, 18:39

A Argélia e a França rubricaram em Argel acordos sobre energia nuclear civil, petroquímica e gás natural no valor de 5 mil milhões de dólares (3,3 mil milhões de euros).
Os acordos foram rubricados no segundo dia da visita do presidente francês, Nicolas Sarkozy, à Argélia.

O acordo de cooperação sobre energia nuclear para fins pacíficos abrange a investigação, a transferência de tecnologia, a formação e produção de electricidade de origem nuclear e a prospecção e exploração de urânio no sul da Argélia.

Fonte francesa citada pela agência France-Press frisou que se trata do primeiro acordo deste tipo concluído por Paris com uma país árabe-muçulmano.

Por sua vez, o grupo petrolífero francês Total assinou um contrato com o grupo argelino Sonatrach para o lançamento de um complexo petroquímico em Arzew, na zona ocidental da Argélia, no valor de 3 mil milhões de dólares.

O grupo francês Gaz de France (GDF) também chegou a acordo com a Sonatrach para prolongar os contratos de fornecimento de gás natural liquefeito (GNL) até 2019.

Segundo a GDF, estes contratos representam um montante anual de cerca de 2,5 mil milhões de euros, a preços actuais de mercado.

Finalmente, o grupo francês Alstrom, à frente de um consórcio com o grupo egípcio Orascom, concluiu um contrato para uma central de gás a ciclo combinado de 1200 MW, num valor de 1,3 mil milhões de euros, a primeira do género na Argélia.

Nicolas Sarkozy destinou o segundo e penúltimo dia da visita à Argélia para um passeio turístico por Tipaza, 70 quilómetros a oeste de Argel, depois de segunda-feira ter procurado distender a atmosfera entre os dois países, ao condenar o sistema colonial.

Sarkozy absteve-se, todavia, de apresentar desculpas por crimes imputados à colonização francesa (1830-1962), exigidas por muitos argelinos, mas homenageou "todas as vítimas dos dois lados" da guerra da independência da Argélia (1954-1962).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.