Forte ondulação provoca danos em estruturas na orla costeira da Madeira

Forte ondulação provoca danos em estruturas na orla costeira da Madeira

 

Lusa/AO Online   Nacional   18 de Dez de 2009, 17:21

A forte ondulação na costa sul da Madeira provocou hoje alguns estragos nas estruturas balneares da Câmara do Funchal e em algumas unidades hoteleiras na orla costeira, disse à Lusa fonte da autarquia.

O vice-presidente do município funchalense, Bruno Pereira, confirmou à agência Lusa que os diferentes complexos balneares da cidade foram afectados pelas condições atmosféricas que colocaram a Madeira em alerta laranja.

O autarca salienta ser neste momento “extemporâneo contabilizar os danos”, garantindo que “foi possível recolher diverso material antes do temporal”.

Destacou que, todos os anos, a câmara do Funchal tem uma verba inscrita para fazer face a estas situações, na ordem dos 250 mil euros, “valor que pode ser reforçado de acordo com as necessidades”.

Por seu turno, o responsável pelo Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros, Luís Néri, disse à Lusa que as diversas corporações da região têm sido chamadas para “pequenas inundações e cortes de árvores nos diferentes concelhos”.

Salientou que a única estrada que está encerrada ao trânsito é a ligação Encumeada-Paúl da Serra, “por precaução devido ao vento e nevoeiro” naquela zona de planalto da ilha da Madeira.

Nos concelhos à beira-mar, a intempérie tem provocado estragos nalguns terrenos agrícolas, casos da Ponta do Sol e Ribeira Brava.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.