Fornecimento de equipamentos vão facilitar buscas e salvamentos no mar


 

Lusa/ AO   Nacional   10 de Out de 2007, 06:17

O contrato de fornecimento de equipamentos destinados a facilitar as operações de busca e salvamento no mar continental, através de radares, sensores metereológicos e sistemas de identificação automática e comunicação por voz, é assinado hoje, em Lisboa.
O contrato, que será celebrado na presença dos ministros da Defesa e das Obras Públicas, prevê o fornecimento de equipamentos e serviços necessários à integração dos sistemas de socorro e segurança marítima (GMDSS, Global Maritime Distress and Safety System, na sigla inglesa) e de controlo do tráfego marítimo (VTS, Vessel Traffic System), segundo um comunicado conjunto dos dois Ministérios.

    O sistema GMDSS visa transmitir sinais de alerta e socorro a partir de navios e embarcações, a 30 milhas náuticas, de modo a que possam ser accionadas as operações de busca e salvamento e difundidas informações de segurança marítima.

    Em contrapartida, o VTS é um sistema de vigilância e controlo de tráfego marítimo, composto por radares, sensores meteorológicos, sistemas de identificação automática, de comunicação por voz em muito alta frequência, de fusão e tratamento de dados, entre outros.

    A assinatura do contrato, a celebrar entre o Instituto Portuário de Transportes Marítimos e o consórcio fornecedor do sistema VTS (Atlas Elektronik/Teixeira Duarte/Nokia Siemens/Case) realiza-se nas instalações do VTS do Porto de Lisboa (Torre Inclinada).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.