Sociedade

Filme sobre Portugal recusado na Alemanha exibido em Lisboa

Filme sobre Portugal recusado na Alemanha exibido em Lisboa

 

Lusa/AO Online   Economia   11 de Nov de 2012, 18:15

O filme sobre Portugal que as autoridades alemãs recusaram apresentar em Berlim vai ser exibido na segunda-feira nos painéis do Turismo de Lisboa, acompanhando a visita da chanceler alemã, Angela Merkel, à capital portuguesa, disse hoje o autor.

O filme, intitulado “Eu sou um berlinense” (“Ich bin ein Berliner”) pretendia apresentar aos alemães alguns dados sobre a realidade portuguesa das últimas quatro décadas, num resumo de quase cinco minutos. Os autores tinham comprado espaço em locais na Alemanha para a exibição do filme durante este fim de semana, antes da visita de Merkel a Portugal, mas a sua difusão não foi autorizada porque as autoridades alemãs consideraram que a mensagem “era politizada”. O 'bloguer' Rodrigo Moita de Deus, autor do filme, afirmou que a intenção não é ofender os alemães, mas fazê-los compreender um pouco mais a realidade em que vivem os portugueses. “Como está no filme, trabalhamos mais horas, pagamos mais impostos, temos menos férias”, disse, considerando que a recusa do filme “é uma situação insólita, até porque os princípios e os valores da União Europeia falam de solidariedade”. Os autores vão ainda insistir para que a mensagem chegue aos destinatários, encontrando outras formas de exibição na Alemanha, nomeadamente através das redes sociais. Para já, “Eu sou um berlinense” vai ser exibido na segunda-feira em Lisboa, nos painéis do Turismo da cidade, enquanto Ângela Merkel a visita, e está disponível em https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=OB8pKYZmkqI. Rodrigo Moita de Deus manifestou também o seu protesto numa carta ao embaixador alemão em Portugal, na qual salienta que “todos os dados referidos no filme são factos históricos facilmente comprováveis e dados estatísticos de fontes oficiais". A realização de um filme que informasse os alemães sobre Portugal e os Portugueses foi sugerida há duas semanas por Marcelo Rebelo de Sousa, na sua crónica na TVI.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.