Arquitectura

Filipe Balestra traz a Portugal "uma verdade inconveniente"


 

Lusa / AO Online   Nacional   23 de Out de 2009, 18:23

Depois de construir uma escola numa favela brasileira com os moradores e de ter dado nova vida a um bairro de lata na Índia, o jovem arquitecto Filipe Balestra vem a Portugal alertar para uma "verdade inconveniente".
"Vamos focar um trabalho que responde a uma das verdades inconvenientes de 2009: um terço da população mundial está a morar em favelas e os arquitectos na sua maioria trabalham para quem paga", disse à agência Lusa o arquitecto, de 27 anos, que juntamente com a sua equipa quer contribuir para inverter esta situação.

"Estivemos na Índia a trabalhar na estratégia de desenvolvimento de bairros de lata", recordou Filipe Balestra, explicando que o conceito aplicado se baseia em trabalhar num processo com moradores, "em que eles fazem parte do design e da construção de novas casas".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.