Educação

FENPROF vai ao Ministério discutir a avaliação e o estatuto

 FENPROF vai ao Ministério  discutir a avaliação e o estatuto

 

Lusa/AO Online   Nacional   8 de Nov de 2009, 07:17

A FENPROF  é recebida terça-feira,  pela nova ministra da Educação, para uma reunião com agenda restrita aos temas do estatuto da carreira docente e modelo de avaliação dos professores.

No final do Conselho Nacional da FENPROF, que decorreu hoje, Mário Nogueira, dirigente da Federação anunciou a realização da reunião com a nova equipa ministerial e salientou que "o maior de todos os desafios da nova equipa ministerial é ganhar os professores".

Apesar de considerar que já houve "alguns sinais negativos", nomeadamente por parte do primeiro-ministro, José Sócrates, a FENPROF vai para a reunião "com expectativa", disse o dirigente.

"A abertura ao diálogo, intenções e vontade do Governo para alterar as opções mais negativas impostas na anterior legislatura, começarão a ser clarificadas após a primeira reunião com a equipa ministerial, que terá lugar no dia 10 de Novembro", disse Mário Nogueira.

A não suspensão do modelo de avaliação, aproveitando o inicio de um novo ano lectivo, é vista como um sinal negativo. "Foi um erro iniciar o segundo ciclo avaliativo com o anterior modelo. Ele deve ser iniciado já com um novo modelo", defendem os representantes sindicais, considerando possível, com negociação, ter um novo modelo definido ainda neste ano lectivo".

"Os sinais podiam ser melhores", mas, segundo o secretário-geral da FENPROF, "é positivo" que a actual ministra conheça o sector, "porque já deu aulas, visita escolas com muita frequência e esse conhecimento pode permitir-lhe começar melhor que a anterior ministra", Maria de Lurdes Rodrigues.

Também o novo cenário político do país "torna possível alterar alguns dos caminhos mais negativos que marcaram a anterior legislatura, que foi de permanente confronto", refere o cokunicado final aprovado por consenso no Conselho Nacional.

Um sinal disso, consideram, é que os dirigentes da Federação foram já recebidos, na semana passada, por todos os partidos com representação parlamentar, excepto o Partido Socialista, cuja postura condenam.

Mário Nogueira anunciou também que o Conselho Nacional decidiu, na reunião de hoje, convocar o décimo Congresso da FENPROF dias 23 e 24 de Abril, em Montemor-o- Novo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.