Felix Baumgartner, mais rápido do que a velocidade do som

Felix Baumgartner, mais rápido do que a velocidade do som

 

Lusa/AO online   Internacional   15 de Out de 2012, 09:56

O atleta austríaco Felix Baumgarten pode dizer que no domingo "voou" mais rápido do que a velocidade do som

Mas no momento em que saltou para o vazio, a 38 quilómetros de altura, só pensava em manter-se vivo.

Felix Baumgartener, 43 anos, executou um salto em queda livre a 38,6 quilómetros de altitude, pousando de forma graciosa com paraquedas num deserto no Novo México, nos Estados Unidos.

O atleta de alto risco elevou-se dentro de uma pequena cabina, suspensa no gigante balão movido a hélio.

"Quando se está ali no topo do mundo, fica-se tão humilde, já não se pensa em bater recordes, não se pensa em conquistar um feito científico. A única coisa que pensava era regressar vivo", disse Felix Baumgartner, já com os pés bem assentes na terra, citado pela Associated Press.

O paraquedista cumpriu o feito de ter batido o recorde de salto em queda livre sem recurso a energia mecânica e de ter sido mais rápido que a velocidade do som, pois na descida chegou a ultrapassar os 1.342 quilómetros por hora.

Felix Baumgartner disse que é "muito difícil descrever [o que é ser mais rápido do que a velocidade do som], porque não se sente, não se tem noção da rapidez com que desce".

As equipas de auxílio em terra estavam preocupadas com os efeitos da queda no corpo do atleta, nomeadamente no rosto, dada a pressão da descida, mas todos os exames preliminares feitos indicaram que estava bem de saúde.

O salto do austríaco foi registado por cerca de 30 câmaras e transmitida na Internet e por vários canais de televisão.

Ainda assim, a transmissão foi feita com um atraso de 20 segundos em relação ao que estava de facto a acontecer na realidade, perante um possível cenário de "acidente trágico", escreveu a Associated Press.

Durante a operação, Felix Baumgartner contou sempre com o apoio e orientação de Joe Kittinger, o homem que em 1960 tinha batido o recorde de salto em queda livre, aos 31,4 quilómetros, superado agora pelo austríaco.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.