Feira de Gastronomia é “pilar de sucesso” nas Festas da Praia

Feira de Gastronomia é “pilar de sucesso” nas Festas da Praia

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   3 de Ago de 2018, 16:51

“A Feira de Gastronomia é um pilar das Festas da Praia, dá-lhe grande qualidade e traz valor acrescentado à festa”, sendo “um modelo de sucesso sem paralelo nos Açores”. As palavras dão do  presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Tibério Dinis, proferidas esta sexta-feira, na sessão de inauguração da XIX Feira de Gastronomia do Atlântico.

Destacando as novidades já introduzidas na edição 2018 da feira gastronómica das Festas da Praia, o autarca anunciou “novidades” para as próximas edições: “É difícil mexer num modelo de sucesso sem paralelo nos Açores, mas somos ambiciosos e queremos melhorar aquilo que já é bom. Por isso, nos próximos anos, contem com melhorias substanciais na Feira de Gastronomia”.

As melhorias que se adivinham são, para Tibério Dinis “fundamentais para consolidar o setor do turismo” e para assegurar a qualidade da feira, pelo que ficou a certeza de que “queremos melhorar, a cada ano, as Festas da Praia, e temos que introduzir, todos os anos, novidades. Este ano temos três novos restaurantes, numa participação bastante distinta e, certamente, vamos continuar este trabalho, nos anos futuros”, afirmou citado em nota de imprensa.

O presidente da autarquia fez um agradecimento especial à Escola Profissional da Praia da Vitória que, este ano, mais uma vez, assumiu a responsabilidade de colocar de pé a Feira de Gastronomia do Atlântico, destacando a “enorme responsabilidade e a grande dedicação e seriedade” imposta pela equipa liderada pelo professor Domingos Borges, uma vez que “estamos a falar de segurança e qualidade alimentar e esta qualidade está garantida e assegurada”.

No seu discurso, deixou igualmente, uma palavra especial também ao vice-presidente da Câmara da Praia da Vitória, Carlos Armando Costa, “pelos muitos anos de dedicação e trabalho às Festas da Praia, este ano, pela primeira vez, com a responsabilidade de organizar e coordenar toda a festa”, recordando que “teve um papel muito importante nos primeiros anos desta Feira de Gastronomia e, estou certo, que, no futuro, a sensibilidade dele será determinante para melhorá-la”.

Tibério Dinis agradeceu ainda a colaboração do Governo Regional, através da Vice-presidência, que instalou no recinto dois espaços que “dão outro impulso à Feira de Gastronomia”, respetivamente “a Venda Açoriana, que promove o que de bom se produz nos Açores e alavanca a nossa produção local e Feira de Artesanato que dá a conhecer os grandes trabalhos desenvolvidos por Açorianos”.


Refira-se que a XIX Feira de Gastronomia do Atlântico aposta, este ano, nos sabores açorianos (três dos sete restaurantes presentes são regionais – Restaurante José do Rego, Lagoa, ilha de São Miguel; Sabores do Chefe, Praia da Vitória, ilha Terceira e um Restaurante Tradicional do Ramo Grande, organizado pelo Grupo Desportivo das Fontinhas), destacando-se o espaço “Açores by Chefs” que concilia cozinha de autor com produtos regionais. Do Continente português chegam os restaurantes “O Típico” (da Mealhada), a “Tasca Algarvia (do Algarve), a “Taberna do Quinzena” (de Santarém, que regressa à feira 16 anos depois) e a “Varanda do Parque” (da Lezíria/Ribatejo, estreia absoluta).

A juntar aos restaurantes as charcutarias (“Damar”, da Serra da Estrela; “Bísaro”, de Trás-Os-Montes; “Marquês, o Alentejano”, do Alentejo) e as pastelarias (“Amêndoa Doce”, de Bragança; “O Capote”, de Setúbal e “O Forno”, da ilha Terceira). Na XIX Feira de Gastronomia do Atlântico existem ainda espaços como os “Sabores de Lés a Lés”, a tradicional Ginja de Óbidos; a “Quinta dos Açores”, com os seus deliciosos gelados e a “Frutaria da Fonte”, da ilha Terceira.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.