Açoriano Oriental
Federação das Pescas diz ser urgente que novo Governo dos Açores assuma funções

O presidente da Federação das Pescas dos Açores afirmou que está pronto para “trabalhar em prol do setor” e que espera que o novo Governo Regional assuma funções com “muita urgência”, porque existem medidas a ser tomadas.

Federação das Pescas diz ser urgente que novo Governo dos Açores assuma funções

Autor: Lusa/AO Online

Em declarações à Lusa, Gualberto Rita disse que não conhece “o novo membro do Governo” nomeado para assumir a secretaria do Mar e das Pescas, Manuel São João, mas afirmou que a Federação está disponível "para o pôr a par dos problemas do setor e para fazer tudo o que estiver” ao seu “alcance para trabalhar em prol do setor das pescas nos Açores”.

José Manuel Bolieiro entregou hoje, em Angra do Heroísmo, a composição do XIII Governo Regional dos Açores, que aponta o advogado Manuel São João, do PPM, como responsável máximo pela tutela do setor.

O presidente da Federação das Pescas dos Açores espera “que haja alguma continuidade de algumas medidas que foram tomadas, e que foram tomadas com o conhecimento e com o aval do setor das pescas”.

“O mais importante, neste momento, é manter o diálogo. Achamos que não é possível aplicar boas medidas para a pesca se não houver este diálogo entre o membro do Governo e o setor”, defendeu.

Gualberto Rita destacou que o novo Governo deve entrar em funções “com muita urgência, porque existem medidas muito importantes, publicações de portarias, que têm de ser tomadas”, uma vez que “delas dependem as pescas para 2021”.

Em termos estruturais, o dirigente salienta “a situação do rendimento dos pescadores”.

“Acompanhei o manifesto de todos os partidos e parece que é consensual que existe algum problema no rendimento e na precariedade dos salários dos pescadores. Espero que sejam medidas que sejam postas em prática”, disse.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.