Exposição 'Publicações Centenárias' chega ao Brasil

Exposição 'Publicações Centenárias' chega ao Brasil

 

Susete Rodrigues/AO Online   Cultura e Social   29 de Out de 2019, 09:30

Foi inaugurado no dia 18 de outubro, uma exposição conjunta de jornais centenários do Brasil e Portugal, na Galeria Baobá, Campus Casa Forte da Fundação Joaquim Nabuco, no Recife, capital do estado brasileiro de Pernambuco.

A mostra "Jornais Centenários do Brasil e Portugal: um legado cultural" reúne 52 jornais com edição continua há mais de um século em circulação no Brasil e em Portugal. São 18 títulos brasileiros e 34 portugueses, entre eles o jornal Açoriano Oriental, o mais antigo jornal português, em publicação, contínua desde 1835.


A exposição é realizada pela Associação Portuguesa de Imprensa em parceria com a Associação da Imprensa de Pernambuco (AIP) e apoiada pelo Real Hospital Português e Fundação Joaquim Nabuco.


De acordo com nota, o Diário de Pernambuco, o jornal mais antigo de língua portuguesa e cuja primeira edição, com quatro páginas, surgiu a 7 de novembro de 1825 com a missão de ser um diário de anúncios, é o destaque da exposição, que mostra também títulos como 'O Figueirense', fundado em 1919 e que é o centenário mais recente.


Para João Palmeiro, presidente da Associação Portuguesa de Imprensa, “pela importância histórica destes jornais, pretendemos candidata-los a 'Memória do Mundo', que é o programa da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) para os documentos”.


Para Múcio Aguiar, responsável pela Associação da Imprensa de Pernambuco, “fazer uma exposição com tamanha representatividade, com jornais vivos e impressos, é algo que nunca foi realizado em nenhum canto do mundo e isso enche-nos de orgulho”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.