Espetáculo volta a levar alegria aos doentes no hospital e em casa (vídeo)

Carregando o video...

 

Ana Carvalho Melo   Regional   20 de Dez de 2013, 15:28

O Hospital do Divino Espírito Santo em Ponta Delgada foi na quinta-feira o palco de mais uma edição do Natal dos Hospitais, uma iniciativa com mais de 30 anos da responsabilidade do jornal Açoriano Oriental.

Ao longo de quase três horas passaram pelo palco do auditório do Hospital do Divino Espírito Santo várias dezenas de artistas, que para além do seu talento deixaram mensagens de Natal e os votos de rápidas melhoras a todos os pacientes.


Ao longo do espetáculo entre clássicos de Natal, projetos próprios dos artistas e novos lançamentos, a música reinou, tendo o evento começado com a atuação do coro Velvet Carochinha, da Escola Básica Integrada da Maia.


Na primeira parte do espetáculo a música brilhou com as atuações de Vânia Dilac, Fátima Santos, Rui Fernando Santos, Paulo Moniz e das bandas Passos Pesados e Plastic Music Project. Houve ainda tempo para o jovem de São Jorge Ivo Teixeira mostrar os seus dotes musicais com uma atuação de “beat box” que cativou os presentes.

A segunda parte do espetáculo começou com a atuação do coro Infanto-Juvenil da Associação Coral de São José. Seguiu-se a apresentação dos Ronda da Madrugada, tendo em seguida o humor de Tia Maria do Nordeste abrilhantado a tarde de todos os presentes no auditório do hospital e que assistiram ao espetáculo pela RTPAçores.
A música regressou depois com Bárbara Azevedo, Arminda Alvernaz, João Marques Reis, Bruno Walter & Friends, Filipe Frazão, Luís Alberto Bettencourt, Art and Soul e Sandro G.
A encerrar a tarde os Fungis Magic Truxis, proporcionaram um momento de animação com uma apresentação de artes circenses.


Nesta tarde de festa foram muitos os pacientes do Hospital do Divino Espírito Santo que passaram pelo auditório, muitos deles acompanhados por familiares. Assistiram também ao espetáculo médicos e enfermeiros, e ainda alguns dos voluntários que diariamente levam alegria a quem está internado.


Presente no espetáculo, o diretor regional da Saúde, Armando Almeida, salientou a importância deste tipo de iniciativas na recuperação dos doentes.


“O Natal é uma época importante para todos independentemente da situação de saúde. Por isso considero que esta tradição, que há muitos anos acontece quer no Continente quer nas Regiões Autónomas, é um momento importantíssimo principalmente para aqueles que por força das circunstâncias não podem estar junto dos seus familiares. Portanto, faz todo o sentido, até do ponto de vista da recuperação do doente, ter este momento de partilha com as famílias num ambiente, que apesar de estranho, é aquele em que se precisa de estar”, afirmou.


Por sua vez Pedro Melo, administrador da Açormedia detentora do Açoriano Oriental, salientou o empenho da empresa em garantir a alegria e o bem-estar de toda a população, em especial dos que estão hospitalizados, em instituições ou sem poder sair de casa.


Recorde-se que a iniciativa Natal dos Hospitais realizou-se em Ponta Delgada pela primeira vez em 1982, sendo uma tradicional iniciativa do jornal Diário de Notícias que se realizava nos Açores por intermédio do Açoriano Oriental. Desde então é uma iniciativa que se tem repetido todos os anos envolvendo não apenas as empresas promotoras mas toda a comunidade.


O Natal dos Hospitais foi transmitido ontem em direto na RTP Açores e na próxima semana em diferido na RTPInternacional.


A apresentar a cerimónia estiveram Vera Santos e Miguel Decq Mota. 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.